segunda-feira, 4 de julho de 2016

33ª Maratona Internacional de Porto Alegre

Novamente, um bom tempo sem participar de provas de rua mas, digamos que estava me guardando para esta: A 33ª Maratona Internacional de Porto Alegre ed. 2016.

Me preparei durante 3 meses para fazer a meia maratona, mas faltando 2 semanas para corrida peguei uma gripe bem forte, e precisei repousar por alguns dias. Esta parada, com tão pouca antecedência a prova, creio que tenha sido decisiva na preparação.
Mesmo não estando em perfeitas condições, com menos treinos do que eu gostaria de ter feito (como sempre rsrsrs) chegou o dia tão esperado: 12/06/2016.


Percurso da meia maratona com meu desempenho pelo app Nike Running

Então vamos a prova:

Em Porto Alegre, faziam 3ºC nesta madrugada, acordei às 5:00 da manhã, a largada seria às 7:00. Cedo devido a maratona que largava juntamente a meia maratona.

Cheguei com pressa e em cima da hora, aqueci do estacionamento do shopping Praia de Belas até a largada. Fui largar um casaco no Guarda-Volumes, dar uma passada no WC e a prova começou.
Larguei bem atrás, pois havia muita gente na largada (estimados 7500 corredores entre todas as categorias) e sai no pace de 05:30 com a ideia de fazer a segunda parte da prova um pouco mais rápida ou no mínimo igual a primeira.

A largada foi para Zona Sul e até o Km 12 estava tudo sobre controle, com o pace variando de 05:30 a 05:45 dentro do esperado. Neste período da prova estava confiante e ultrapassando muita gente, o que sempre é motivador.
Após o retorno na Zona Sul, quando a meia entrou na Av. Wenceslau Escobar e tem uma leve subida comecei instintivamente a diminuir o ritmo. O sol bateu de frente, mas o vento gelado contra, fez o meu ritmo cair.
A partir do Km 13 meu pace subiu para 06:00 e depois da elevação, não consegui mais retornar ao ritmo inicial. Passando pelos Kms 17 e 18 a situação começou a ficar mais tensa, e nestes Kms saquei a touca, pois finalmente começou a esquentar e o calor apareceu.
Nos últimos 3 kms meu pace subiu para 06:15 e aí começa aquela sensação de que todo mundo estava passando por mim. Corredores que passei no início da prova começaram a me atropelar.
Como eu sabia que os meus treinos não foram de melhor qualidade, achei por bem não forçar e terminar a prova neste ritmo que considerei seguro até o fim
Consegui ainda nos últimos 500 metros sprintar e fechei o último km em 06:05.

Dedico esta corrida a Emilene Becker (minha esposa) pela compreensão e apoio nos treinos e a minha filha, Rafaela Becker Trindade, que ainda está na barriga de mãe e deve chegar por setembro :-)


Posição no geral: 820º
Posição na categoria E: 126º
Meu tempo: 02:03:47
Distância: 21 km
Meu Pace médio: 00:05:54


domingo, 1 de novembro de 2015

Maratona Caixa do Rio Grande do Sul - 10k

Noite de 17 de outubro de 2015, e fazia apenas 1 ano e meio que não participava mais de provas de rua. Nossa! O tempo vôou! Mas cá estou eu para relatar mais esta prova e como me preparei para ela.

Creio que se não fosse pelo incentivo dos meus colegas de DBServer, eu não teria participado, pois não tenho treinando visando competir a mais ou menos este tempo, e não estava pensando em voltar por agora, mas... 7 semanas antes da prova, a galera se motivou a fazer e também acabei me inscrevendo.
Agora era treinar, tinha 7 semanas, tempo suficiente para alguém que estava treinando leve (1x por semana), que já tem um histórico de corridas e somente mantendo o preparo, intensificar os treinos visando a competição.


Busquei a planilha de treinos na web, preparei o terreno com 3 treinos semanais + a natação 2x por semana, deixei tudo pronto e organizado, mas.... (há sempre um más em tudo), não consegui treinar o que gostaria de ter treinando devido a rotina de trabalho e obras que estou vivendo :-(
Mantive 1 a 2 treinos semanais até a prova, e essa noite chegou. 

Vamos a corrida:

Me posicionei no final, pensando em largar moderado e fazer a segunda parte da prova mais rápida sem quebrar. Minha meta era fazer em menos de 55 minutos. Para quem já fez 10k em 46:00 é um tempo bem considerável, mas considerando a preparação que tive, estava de bom tamanho.
Então às 20 horas largamos. Início de prova, aquela empolgação deixei passar, mantive o ritmo lento e sem afobações, pace de 5:30 era suficiente para cumprir minha meta pessoal.
Mais um detalhe, meu Garmin com GPS estragou a um tempo atrás, então usei um cronômetro com contador de voltas, e o que me parece, a prova estava com marcações equivocadas quanto a distância, o que dificultou uma identificação do ritmo que estava.
Mas consegui me sair bem nos 5k iniciais, a noite estava agradável e a temperatura na faixa dos 17ºC e com aquela brisa refrescante que vem do Guaíba, isso ajudou muito.
Virando nos 5k, em frente ao Barra Shopping, e como eu estava me sentido bem, era hora de acelerar. Apertei o ritmo, mantendo um pace de 5'15" e consegui ir assim até o final. Muito bom! 
Fiquei muito feliz com o resultado pois consegui fazer a 2ª parte da prova bem melhor do que a 1ª, só isso já valeu a corrida.
Ter voltado a competir foi também compensador, há tempos estava sem colocar uma medalha no pescoço e sem sentir aquela sensação de desafio cumprido ao cruzar a linha de chegada.

Ponto negativo da noite: As marcações da prova estavam equivocadas, senti isso nas diferenças entre pontos de acordo com o ritmo que defini. Alguns amigos que fizeram a maratona, reclamaram que de acordo com seus GPS correram 44 km ao invés dos 42,125 habituais de uma maratona. #Fail total.
Na maratona, alguns competidores também reclamaram que ficaram sem medalhas ao fim da prova, mais 1 #fail da organização.
Temos que rever isso pessoal!!!

Agradeço aos meus colegas de DBServer pelo incentivo, principalmente ao Thiago Fortes, que correu sua primeira prova de 5 km nesta noite fazendo um excelente tempo. Parabéns cara! 


Cruzando a linha de chegada:
video


Então vamos ao meu tempo oficial:

Posição no geral: 155°
Posição na categoria 35 a 39 anos: 20º
Meu tempo: 53:47
Distância: 10 km
Meu Pace médio: 00:05:23


quinta-feira, 21 de novembro de 2013

Próxima prova: 21k Poa Day Run - 3ª Etapa

É neste domingo (24/11) a 3ª edição da etapa Poa Day Run e estou preparado. Talvez nem tanto quanto estava para meia de Punta em setembro, mas estou :-P

Acabei me gripando e perdi alguns treinos importantes. Também sofri com algumas dores musculares nestes últimos 2 meses e não consegui me dedicar tanto aos treinos como para a meia de de Punta, mas... continuei treinando. 

Não parei de treinar depois de Punta, mesmo as vezes não cumprindo o planejado, treinei o que consegui, então ainda dá pra ter um pingo de esperança para um novo PR (Personal Record) em 2013.

Meu treinador estima em pace de 4'55", se realmente eu conseguir manter isso, terei novo PR nos 21k.

Então é isso! Domingo (como diria o Fabiano Cachaça) o bixo vai pegar!!!
Nos vemos lá!!!

quarta-feira, 16 de outubro de 2013

Medio maratón de Punta del Este 21k: Personal Record broked

Estou de volta as provas de longa distância! A meia maratona de Punta del Este provou isso! Voltei!!! \n/
E a volta veio em grande estilo, correndo minha primeira prova internacional, quebrei meu recorde pessoal em meias maratonas. Consegui a marca de 01:44:52, bem próximo do que havia planejado e quase 4 minutos abaixo do meu antigo recorde.

Chegada com PR
Mas o tempo final na verdade não foi o mais importante, o mais legal de tudo é que consegui correr bem praticamente todo o tempo, sem sentir dores e sem sentir o tendão. A prova foi perfeita, com clima agradável (nublado), temperatura amena (10ºC a 15ºC) e percurso plano com uma paisagem exuberante :-)

Muitos brasileiros correndo, devido ao feriado no Rio Grande do Sul, praticamente os gaúchos invadiram Punta kkk... Na hora da largada o idioma que mais ouvia era o português.

O único problema grave encontrado foi justamente os postos de hidratação, eram escassos, quase que de 5 em 5km e os copos eram de plástico e sem a capa, ou seja, impossível de se tomar correndo. Ao pegar o copo metade da água já era desperdiçada. E para tomar alguns goles, precisei praticamente caminhar.
Com dificuldade para beber água nos copos de plástico, com os famosos dedos ao fundo

Mas vamos aos detalhes da corrida:
O boca aberta aqui errou a largada. Sim, eu errei. O horário da largada da meia eram 15 min após a largada para a maratona, mas como atrasou a largada em 15 min, larguei junto com a maratona às 08:15. Por sorte ouvi o locutor no momento em que cruzei o pórtico: "- Solo 42".
Olhei pra traz e vi que a maioria dos corredores estavam parados kkk... Me dei conta e voltei! Sorte!
Precisei novamente fazer meu ritual de aquecimento para a largada, mas tudo na boa.

15 minutos depois, às 08:30, foi dada a largada para meia maratona. Agora sim: Valendo!!!
Saí em ritmo de 05:00 por km. Encontrei o pace runner com a placa de 1 hora e 50 min e fui neste ritmo nos 3km iniciais. Essa parte da corrida foi bem legal, pois era a parte do percurso pela península mesmo e bem próximos a orla. Então nesta parte até chegarmos nos famosos dedos de Punta segui neste ritmo.
 
Parte inicial da prova pela península. Estava sobrando :-)
A partir do km 4 ou 5, senti que estava muito tranquilo e que podia acelerar um pouco, foi o que fiz. Baixei meu pace para 04:50. Nesta parte da prova entramos no retão da Playa Brava, maior parte da prova, pois nesta parte era ida e volta. Neste ritmo fui até a volta no km 12 + ou -. 
Quando fiz a volta, um pequeno declínio aproveitei pra acelerar um pouco mais, baixei para 04:45 na média e consegui manter neste ritmo até o km 18.

A marcação dos km na prova também não ajudou muito, as placas estavam no chão, e muitas vezes não visualizava para dar o lap no meu relógio. Em virtude disso não consegui fazer uma melhor analise do meu desempenho em partes da prova. A analise toda aqui é com base no meu sentimento.
Final da prova já na capa da gaita em frente ao Conrad
No km 19 eu senti o cansaço, e o pior, foi bem na parte da prova onde todo mundo começa a acelerar para terminar. Neste final fui ultrapassado por alguns corredores e isso acabou baixando um pouco minha moral na parte crucial da prova. Quando entramos na cidade novamente, nos últimos 2 km meu ritmo devia estar perto dos 05:30. Então resolvi não forçar e me concentrar em terminar a prova bem. Levei assim até o final e quando cruzei a chegada surpresa.

PR: Personal Record: 01:44:52.

Foram 8 segundos abaixo do planejado!!! Aquele meio de prova a 04:45 fez a gordurinha necessária pra isso!

Enfim: Foi um grande final de semana, uma viagem maravilhosa ao lado da minha esposa e uma corrida para lá de desafiadora fechando com um PR. 
Então Punta del Este: Ano que vem pretendo voltar! Quem sabe desta vez para os 42 km!

Abaixo o resultado oficial:

Posição no geral: 197°
Posição na categoria 35 a 39 anos: 32º
Meu tempo: 01:44:52
Distância: 21 km
Meu Pace médio: 00:05:00

Meu diploma de participação com o tempo bruto :-)

quarta-feira, 18 de setembro de 2013

Rumo a Punta Del Este: o novo desafio 21k

Amanhã realizo meu último treino antes da viagem ao Uruguai para competir na Medio Maratón Internacional de Punta Del Este e estou preparado \n/
Os treinos foram realizados e estou focado, creio que nunca me senti tão preparado para uma prova como estou desta vez.
A estratégia foi elaborada: Pace de 5' para os 10k iniciais, e 4'50" para os 11k finais.
Agora é torcer por uma temperatura agradável e uma viagem tranquila até lá.

Completando esta prova estou definitivamente de volta as corridas de rua!!! Bora lah!

domingo, 18 de agosto de 2013

Poa Day Run - 2ª etapa

Dia 11/08 finalmente voltei a participar de uma prova de rua, depois de quase 2 anos desde a última prova, no longínquo 11/09/2011.
A escolhida foi a Poa Day Run - 2ª etapa, e a distância: 8km.
O foco dos meus treinos são para a Meia Maratona de Punta Del Este, e esses 8km da Poa Day Run foram preparatórios para este esperado evento.

Sobre o evento e o dia: Organização, estrutura, kit, etc... tudo perfeito, nota 10. A ideia de deixar o pessoal de 5 km largar depois também foi interessante, visto que eram menos pessoas na largada. O dia também colaborou, temperatura na faixa dos 10 ºC, nublado e sem muito vento.

E sobre a prova: De acordo com a estratégia traçada junto ao Christian Benrsmüller, a ideia era fazer os 8 km forte, na faixa dos 04:50 o pace e foi mais ou menos por aí que aconteceu. Saí mais atrás e nos 2 primeiros km fui mais desviando e ultrapassando e mesmo assim consegui manter nesta faixa a velocidade.

Passando da metade da prova, resolvi  acelerar mais, a ideia foi boa, visto que estava me sentindo bem, baixei o pace para 04:35 e 04:39 nos km 5 e 6, mas daí senti, no km 7 diminui bastante para 04:51 e no último final voltei com gás fechando em 04:25. Ótimo, excelente tempo para um retorno.

Um  agradecimento especial para as fisioterapeutas que colocaram meu tendão no lugar: Vanessa Generoso, Letícia Maier e Litza Mamouna, obrigado gurias!!! O tendão ficou ótimo :-)

Abaixo os tempos da prova:

Posição no geral: 74°
Posição na categoria 35 a 39 anos: 13º
Meu tempo: 00:38:06
Distância: 8 km
Meu Pace médio: 00:04:46

sexta-feira, 9 de agosto de 2013

Recordes pessoais (Atualizado dia 01/12/13)

Frequentemente sou indagado sobre qual meu melhor tempo em tal distância. E pior, nunca tenho a resposta na ponta da língua, por incrível que pareça :-)

Então pra acabar de vez com a dúvida, resolvi resgatar meus resultados e fazer um post com os meus melhores tempos nas distâncias em provas que já participei.

Seguem os resultados:


Prova Data km Tempo Pace médio
Circuito das Estações Ed. Primavera 10k 23/08/09 10 00:46:32 00:04:39
Medio maratón de Punta del Este 21k
21/09/13 21,1 01:44:52 00:05:00
10 Milhas Mizuno 11/09/11 16 01:17:50 00:04:52
Poa Day Run 8k - 2ª ed. 11/09/13 8 00:38:06 00:04:46





Agora é hora de melhorar isso daí!!!